Golpe do amor dicas e como se proteger (Programa: Chega Mais-SBT)

O Golpe do Amor está ocorrendo com mais frequência nas redes sociais. Segundo pesquisas da organização “Era Golpe, Não Amor”, quatro em cada dez mulheres afirmaram que já caíram em um golpe dessa natureza, ou conhecem alguém que foi vítima.

O golpe acontece quando o criminoso cria um perfil falso em aplicativo de relacionamento ou rede social para encontrar sua vítima, criando uma conexão emocional para conseguir dinheiro ou roubar os dados pessoais e aplicar fraudes financeiras.

Para falar sobre o assunto, o advogado e perito digital, José Milagre, participou ao vivo do programa Chega Mais, no SBT, na segunda-feira (17) falando sobre quais sinais as pessoas devem ficar atentas para evitar cair em fraudes relacionadas, dando dicas para conferir se a pessoa com quem você está trocando mensagens pela internet é real ou não.

Confira a entrevista completa no vídeo:

https://youtu.be/FZKeF9Lna54?si=UMS2ZXgZS9yj-P-t




José Milagre fala para TV Sorocaba(SBT) sobre o uso da inteligência artificial para aplicar golpes

A inteligência artificial é um recurso que está revolucionando o mercado pois, ela permite automatização de tarefas, análise de dados em larga escala, personalização de serviços, previsão de tendências e otimização de processos, o que aumenta a eficiência para diversas atividades diárias mas assim como tantas outras coisas, na nossa sociedade esse recurso está sendo usado para ações criminosas.

Golpistas estão usando a Inteligência Artificial por meio de deep fakes, uma técnica que permite usar o rosto ou a voz de um terceiro em fotos ou vídeos, alterados, fazendo falar ou vestir o que quiserem, induzindo usuários a erro.

Para falar sobre o assunto, o advogado e perito digital, José Milagre, participou ao vivo do Primeiro Impacto Regional desta quarta-feira (29) falando sobre os golpes mais comuns envolvendo a IA; Quais sinais de alerta as pessoas e empresas devem ficar atentas para evitar cair em fraudes; E até mesmo se a inteligência artificial pode ser usada para combater esses mesmos golpes.

Confira a entrevista completa no vídeo.

https://youtu.be/DCh2tG00RMg?si=XeUXStcE9CzwORde

 




Blockchain segurança de dados e produtos rastreados

O Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre participou de matéria especial ao Portal do Consumidor Moderno sobre blockchain e a transparência no varejo.

Com novas modalidades de golpes e fraudes surgindo todos os dias, o setor varejista é constantemente desafiado a manter altos padrões de transparência em suas operações. Felizmente, a blockchain tem emergido como uma ferramenta revolucionária, capaz de aprimorar significativamente a transparência e a confiança no varejo essa tecnologia não se limita apenas a criptomoedas, mas oferece soluções inovadoras para várias indústrias, e o varejo não é exceção , as aplicações com base em blockchains têm proporcionado inovações no varejo, incluindo rastreio de mercadorias, combate à pirataria, fraudes e problemas logísticos.

Por exemplo a rede Carrefour usou a blockchain para rastrear a cadeia de suprimentos e parte de seus produtos, sendo que os clientes podem escanear um QR code na embalagem do produto e acessar informações sobre a origem do produto, o processo de criação, dados e informações sobre o transporte até as prateleiras.

Diante do exposto, para o varejo, a blockchain é uma grande aliada na manutenção da segurança das informações dos clientes e sua utilização pode ser usada para agregar valor na relação com o consumidor pois ele poderá consultar na blockchain a procedência de um produto, exibindo todos os metadados, por meio de contratos inteligentes, combatendo a pirataria e falsificações.

acesse a notícia na íntegra https://consumidormoderno.com.br/blockchain-no-varejo/




Como se proteger de fraudes de ingressos on-line?

O Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participou em 22/04/2024 do Fala Brasil, em matéria especial sobre o golpe dos ingressos na internet, onde criminosos clonam postagens e sites oficiais para aplicar golpes. 

https://record.r7.com/fala-brasil/video/saiba-como-se-proteger-do-golpe-dos-ingressos-na-internet-22042024/

Com o vasto mercado e a facilidade de realizar a compra de ingressos para filmes, shows, teatro e etc., o ambiente virtual também pode trazer grandes riscos às vítimas de golpes de ingressos orquestrados por cibercriminosos. Para se proteger desses criminosos e garantir uma experiência segura de compra de bilhetes, é de extrema importância ficar atento a todos os detalhes. 

  1. Sempre compre ingressos em sites e contas oficiais ou de revendedores autorizados diretamente pelo evento, e sempre evite vendedores terceirizados ou plataformas não autorizadas e divulgadas pelo evento.
  2. Antes de realizar qualquer pagamento, sempre se certifique que o site em que está é seguro. Procure por “https” no URL, o que indica que a conexão é segura, como também sempre verifique se há um símbolo de cadeado na barra de endereço, já que indicam que o site é seguro e criptografado. 
  3. Não compartilhe nenhum dado pessoal ou dados de pagamentos com sites terceirizados e não oficiais. 
  4. Tenha cuidado e sempre desconfie de ofertas com descontos excessivos, promoções irrealistas ou táticas de vendas de alta pressão usadas por golpistas.

Seguindo todos esses conselhos e ficando sempre em alerta ao adquirir  ingressos para eventos, você pode reduzir significativamente o risco de ser vítima de golpes, como também pode garantir uma experiência segura e agradável em eventos ao vivo.

José Milagre & Advogados.

É um dos nomes mais lembrados no Brasil na advocacia de direito digital e crimes cibernéticos. Diretor de Forense Digital e Resposta a Incidentes da CyberExperts, especializada em investigação forense de fraudes e golpes online e com criptomoedas. Advogado e Perito Especialista em Segurança Digital, Resposta a Incidentes e Crimes Cibernéticos. Certificações CIPM, CDPO IAPP, DPO EXIN, ISO 27701 Lead Implementer PECB, Graduação em Análise de Sistemas, Pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação. Mestre e Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista UNESP, Presidente da Comissão de Direito Digital da OAB Barueri/SP.




Golpe do call center: criminosos se passam por funcionários bancários para aplicarem fraudes

O Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participou em 02/03/2024 do Jornal Nacional, em matéria especial sobre o golpe do Call Center, onde criminosos burlam chamadas telefônicas de bancos para aplicarem golpes.

Para aplicarem fraudes, golpistas geralmente obtêm informações básicas sobre clientes bancários, como nome completo, número de conta e outras informações pessoais que podem ser facilmente adquiridas por meio de vazamentos de dados ou até mesmo em redes sociais. Com esses dados em mãos, os criminosos ligam para os clientes se passando por funcionários legítimos do banco e solicitam informações adicionais, como senhas, códigos de segurança ou até mesmo a realização de transferências bancárias.

Ao agir com persuasão e urgência, os golpistas conseguem manipular os clientes para que estes forneçam as informações solicitadas, muitas vezes sem desconfiar da fraude. Com esses dados em posse, os criminosos podem acessar as contas bancárias das vítimas, realizar transações fraudulentas e causar prejuízos financeiros significativos.

Para se proteger do golpe do call center, é fundamental que os clientes estejam cientes das práticas seguras ao lidar com chamadas telefônicas suspeitas. Incluindo: Nunca fornecer informações confidenciais por telefone, como senhas, códigos de segurança ou números de cartão, Entrar em contato com a instituição financeira através dos canais oficiais caso haja qualquer suspeita de fraude e Manter-se sempre informado sobre as técnicas utilizadas pelos golpistas.

Conclusão

O golpe do call center representa uma ameaça séria à segurança financeira dos consumidores, exigindo vigilância constante e educação sobre práticas seguras ao lidar com chamadas telefônicas suspeitas. Ao adotar medidas preventivas e estar atento aos sinais de fraude, é possível reduzir o risco de se tornar vítima desses criminosos.

https://globoplay.globo.com/v/12404910/

Fale conosco

Tem dúvidas? Envie seu comentário ou sugestão para [email protected] e não se esqueça de se inscrever no  Youtube (http://www.youtube.com/josemilagre) ou pelo instagram (@dr.josemilagre).

JM Advocacia: www.direitodigital.adv.br Instragram: @direitodigital.adv.br

José Milagre & Advogados.

É um dos nomes mais lembrados no Brasil na advocacia de direito digital e crimes cibernéticos. Diretor de Forense Digital e Resposta a Incidentes da CyberExperts, especializada em investigação forense de fraudes e golpes online e com criptomoedas. Advogado e Perito Especialista em Segurança Digital, Resposta a Incidentes e Crimes Cibernéticos. Certificações CIPM, CDPO IAPP, DPO EXIN, ISO 27701 Lead Implementer PECB, Graduação em Análise de Sistemas, Pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação. Mestre e Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista UNESP, Presidente da Comissão de Direito Digital da OAB Barueri/SP.




CYBERCRIMINOSOS SE APROVEITAM DE VOLTA AS AULAS PARA APLICAR GOLPES

Com o aumento de vendas em mercadorias escolares nessa época do ano, cybercriminosos clonam a aparência, o conteúdo e a funcionalidade de sites originais para enganar consumidores e roubarem suas informações. Em busca dos melhores preços, pais e consumidores sempre procuram por produtos que estejam em ofertas para que os gastos não saiam de dentro de seus orçamentos, mas é importante se manter alerta e tomar cuidado com ofertas que aparentam ser “boas demais para serem verdades”.

 

Como identificar sites clonados?

Sites clonados geralmente apresentam pequenas mudanças em suas URLs, podendo conter um número ou letra diferente, ou até mesmo a falta deles, modificando assim o original. Por isso, se mantenha sempre atento e se certifique de que o nome de domínio corresponde ao site oficial, procure também por indicadores de segurança, já que sites legítimos geralmente exibem um ícone de cadeado bloqueado ou https:// em seu URL, o que demonstra que o site usa criptografia e é totalmente seguro.

Fique atento a erros ortográficos e de gramática, cybercriminosos acabam não sendo tão perfeccionistas em seus detalhes, já que confiam na afobação por parte dos consumidores em adquirir produtos em ofertas exclusivas, que por sua maioria apresentam uma quantia limitada de produtos  disponível.

Cuidado!

Seja cauteloso e desconfie de comentários feitos no próprio site clonado. Prefira procurar por ele em sites de reclamações oficiais como o “Reclame Aqui”, e veja a experiência e comentários de outros usuários com o respectivo site, assim poderá determinar se o site é confiável ou não. Não clique em links ou anexos em e-mails, mensagens de aplicativos ou sms não solicitadas. sempre desconfie de ofertas ou solicitações inesperadas.

Fale conosco

Tem dúvidas? Envie seu comentário ou sugestão para [email protected] e não se esqueça de se inscrever no  Youtube (http://www.youtube.com/josemilagre) ou pelo instagram (@dr.josemilagre).

JM Advocacia: www.direitodigital.adv.br Instragram: @direitodigital.adv.br

José Milagre & Advogados

É um dos nomes mais lembrados no Brasil na advocacia de direito digital e crimes cibernéticos. Diretor de Forense Digital e Resposta a Incidentes da CyberExperts, especializada em investigação forense de fraudes e golpes online e com criptomoedas. Advogado e Perito Especialista em Segurança Digital, Resposta a Incidentes e Crimes Cibernéticos. Certificações CIPM, CDPO IAPP, DPO EXIN, ISO 27701 Lead Implementer PECB, Graduação em Análise de Sistemas, Pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação. Mestre e Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista UNESP, Presidente da Comissão de Direito Digital da OAB Barueri/SP.




SBT: Golpes durante a Black Friday, saiba como proteger seus Dados de Crimes Digitais.

Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participou em 22/11/2023 de um bate-papo a respeito de como os consumidores devem estar atentos aos crimes digitais durante a época de Black Friday.

Esperando ansiosamente por este grande evento anual, os consumidores aproveitam a época do “Liquida Tudo” para realizar compras que veem acumulando a meses, principalmente por meio de ofertas de comércios online que proporcionam uma diversidade de roupas, sapatos, produtos, eletrônicos, eletrodomésticos e até mesmo passagens aéreas e pacotes de viajem.

MAS FIQUE ATENTO!

Com a demanda de mercado online em alta, os golpistas acabam se tornam ainda mais propensos nesta época do ano. Realizando golpes através de links e sites “maquiados”, consumidores acabam realizando compras por acharem ser verídicos, mas na verdade estão sendo utilizado por golpista que se apropriam de logotipos de empresas famosas para induzirem as vítimas a realizar as compras.

Antes de realizar qualquer compra, realize uma pesquisa prévia e verifique a autenticidade do site a qual pretende realizar a compra. Certifique que os canais sejam legítimos e prefira canais indicados ou com boas recomendações de outros consumidores. Utilize métodos de pagamento seguros e sempre verifique se as informações de pagamento e do destinatário estão corretos e correspondem com o site escolhido.

 

Para ver a entrevista completa, acesse o link: https://www.tvsorocaba.com.br/consumidores-devem-estar-atentos-aos-crimes-digitais-durante-black-friday/

 




Profissão Repórter: Golpe do 0800

 Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participou em 22/11/2023 do Profissão Repórter, em matéria que expõe golpe de Falsa Central de Atendimentos Bancários.

Em mensagem enviada por golpistas alegando que compras foram aprovadas em seus cartões, vítimas são aconselhadas a entrarem em contato através do 0800 para solicitarem o “estorno” do valor, onde acabam fornecendo seus dados com a expectativa de ter o valor devolvido.

Após a solicitação, os golpistas usam o argumento que para receber o suposto valor, a vítima teria que enviar um PIX para que o estorno fosse concedido. Usando os dados que foram fornecidos anteriormente, os golpistas enviam um link e um código orientando o envio do valor solicitado, fazendo assim, vítimas a caírem no verdadeiro golpe.

Considerando que vivemos em uma era que a cada dia se torna mais digital, proteger seus dados é primordial, já que acabam ficando cada vez mais expostos. Seja para criar uma usuário em um aplicativo ou em um streamer, acabamos concedendo informações importantes que precisam ser preservados.

 

Para ver a reportagem completa, acesse o link:
https://g1.globo.com/profissao-reporter/noticia/2023/11/22/a-senhora-ta-esperta-diz-falso-atendente-para-reporter-ao-tentar-aplicar-golpe-do-0800-veja-video.ghtml

 




JORNAL DA RECORD: Grupo terrorista arrecada a equivalente R$200 milhões em criptomoedas para financiar ataques

O Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participou em 20/10/2023 do Jornal da Record, em matéria especial sobre a arrecadação de criptomoedas por grupos terroristas.

 

É possível rastrear titulares e grupos que utilizam criptomoedas?

Rastrear a origem exata dos titulares de criptomoedas envolve muitos pontos a serem observados, já que envolve toda uma questão de segurança e privacidade de dados. Normalmente transações de criptomoedas são armazenadas em um blockchain, que mesmo sendo de acesso público, ainda sim mantém as identidades de seus titulares de forma oculta.

Sendo objetivo, sim é possível rastrear titulares responsáveis pelas transações de criptomoedas. A identificação é realizada por empresas especialistas em análise forense de blockchain, Exchanges de criptomoedas e Agências Governamentais.

Em consideração, é importante ressaltar que qualquer questão que envolva a privacidade é um direito fundamental. Tentar rastrear a origem e transições de titulares de criptomoedas sem que ocorra uma situação específica que esteja ligada a investigações criminais ou questões regulatórias, é totalmente ilegal. É importante respeitar a privacidade de dados pessoais, e seguir as leis aplicáveis.

 




Dr José Milagre participa do Fantástico orientando sobre medidas protetivas diante de furto de celulares

O Advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos, José Milagre, participo em 19/02 do Fantástico, em matéria especial sobre furto de celulares e acesso a contas e roubo de dados, e pôde contribuir com orientação sobre proteção e o que fazer caso tenha sido vítima.

 

Fiquem a tentos:

Nas aglomerações, o objetivo do ladrão é ter acesso ao celular desbloqueado da vítima para abrir o maior número de aplicativos. Se estiver bloqueado, ele vai tentar quebrar a senha da tela para fazer o mesmo caminho. Primeira dica: bote uma senha no chip. Veja como fazer no vídeo acima.

Outra boa ideia é estipular o tempo que cada aplicativo fica aberto: um minuto, 30 segundos, o que quiser. Estourado o tempo, o aplicativo se fecha mesmo que esteja em uso. Para reabrir, só com a senha – que o bandido não tem.

Fui roubado. E agora?

Deixe sempre anotado em casa, de forma preventiva, o número da operadora do celular, o número do banco e o IMEI do dispositivo. Essas informações são fundamentais para a vítima ser mais rápida nos bloqueios do que o bandido tentando descobrir as senhas.

Lembrando que o número do IMEI, da identidade do seu celular, é descoberto apertando *#06#.

Vídeo completo no site do Fantástico: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2023/02/19/furto-de-celular-no-bloco-veja-dicas-para-evitar-que-o-prejuizo-va-alem-da-perda-do-aparelho.ghtml